Pr. Jailson Santos

Seja Bem-vindo!

#Curta nosso blog

Role a página e encontre artigos, sermões e aulas

#Compartilhe nossas ideias

Use as redes sociais para nos ajudar a divulgar a fé reformada

Volte sempre que precisar

Nossa home fica aberta 24h!

Blog

ONDE ESTÁ DEUS ENQUANTO SOFREMOS?

ONDE ESTÁ DEUS ENQUANTO SOFREMOS?

Você em algum momento de sua vida também já deve ter feito esta pergunta. Lendo a história de José algumas perguntas me vieram à mente: Onde estava Deus quando José foi vendido por seus irmãos? Onde Ele estava quando José foi injustamente parar na prisão? Onde estava quando José, mesmo fazendo o bem a muitos, foi esquecido por estes na prisão? Em outras palavras, onde estava Deus enquanto José estava sofrendo? Ao ler toda a narrativa da história de José podemos obter algumas respostas a esta pergunta.

Em primeiro lugar, Deus estava por trás do cenário para cumprir seu propósito na vida de José.  Gn. 45. 4 – 8. Deus tinha um plano para a vida de José. Deus queria que José fosse mais que o pastor de ovelhas. O propósito de Deus na vida de José era que ele fosse governador do Egito, mas para isso, José tinha que trilhar este sofrível caminho. Nada do que aconteceu na vida de José foi por sorte, coincidência ou acaso da natureza. Tudo fazia parte do eterno plano de Deus, o SENHOR da história. Piper, em sua Teologia da Alegria, lembra-nos que, todas as experiências que temos na vida (sendo cristãos) servem ao propósito de Deus.

Em segundo, Deus estava com José, mesmo quando permaneceu em silêncio. Gn. 39. 2; 21. Durante a leitura dos primeiros capítulos da narrativa da vida de José, não há uma manifestação extraordinária e visível de Deus. Ele não traz fogo do céu sobre os injustos irmãos de José. Não faz cair maldição sobre a mentirosa mulher de Potifar. Não traz pragas sobre o Egito por causa da injustiça de Potifar. Ao contrário, estes capítulos trazem um silêncio de Deus. Todavia, o silêncio de Deus não é sinônimo de inatividade. Ele estava trabalhando por José mesmo quando permanecia em silêncio. “O SENHOR era com José”, diz o texto.

Finalmente, Deus estava trabalhando em José, para depois trabalhar através de José. Gn. 45. 15; 50; 18-20. Durante todo este período Deus estava trabalhando na vida de José. O sofrimento faz parte da pedagogia de Deus. “Ele é o nosso pedagogo e não o nosso coveiro”. Muitas vezes, ele é o instrumento de Deus para mudar o nosso caráter, aumenta a nossa fé, nos tornar mais humildes e, como Jó, nos levar ao verdadeiro conhecimento de Deus.

Assim, em meio as nossas lutas não nos esqueçamos de que Deus está conosco a todo tempo, trabalhando por nós para cumprir o seu propósito para nossas vidas. Seu plano é melhor que nosso plano. Confiemos apenas em sua soberana providência.

Sem. Jailson Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jailson Santos

Mestrando em Divindade pelo Centro de pós-graduação Andrew Jumper (Mackenzie - São Paulo)

Bacharel em Teologia pelo Seminário JMC e Universidade Presbiteriana Mackenzie

Pastor auxiliar na Igreja Presbiteriana Aliança em Limeira - SP

Professor de teologia sistemática no SPFB

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.