Pr. Jailson Santos

Seja Bem-vindo!

#Curta nosso blog

Role a página e encontre artigos, sermões e aulas

#Compartilhe nossas ideias

Use as redes sociais para nos ajudar a divulgar a fé reformada

Volte sempre que precisar

Nossa home fica aberta 24h!

Blog

POR QUE AS CONFISSÕES NÃO SÃO POPULARES HOJE?

O texto a seguir é fruto da leitura do artigo: “A relevância dos credos e confissões”, escrito pelo Dr. Heber Campos.






POR QUE OS CREDOS E CONFISSÕES NÃO SÃO POPULARES HOJE?

Segundo Rev. Heber Campos os credos e confissões não são populares nos últimos anos por algumas razões: Em primeiro lugar, vivemos em um tempo (como fruto do pós-modernismo) de anti-dogmatismo e de aversão a afirmações confessionais e consequentemente uma depreciação dos credos.

Além disso, devido à aridez do protestantismo escolástico dos séculos XVII e XVIII, (que enfatizava as formulações confessionais esvaziadas de verdadeira piedade cristã) muitos grupos passaram a enfatizar a ortopraxia ao invés da ortodoxia. Assim, todas as igrejas que são confessionais levam sobre si o estigma de “ortodoxia morta” e perderam a “popularidade”.

Finalmente, a depreciação dos credos e confissões está relacionada, também, com o problema do relativismo cultural. O pós-modernismo retirou a verdade afirmada objetivamente e colocou a verdade na subjetividade do indivíduo. O pós-modernismo democratizou a verdade, fazendo com que ela fosse propriedade de cada indivíduo, e não uma verdade afirmada objetivamente, como está na Escritura. A cosmovisão subjetiva e individual passou as ser a senhora determinadora a verdade.

POR QUE OS CREDOS E CONFISSÕES DEVERIAM SER POPULARES HOJE?

Segundo Rev. Heber Campos, os credos e confissões deveriam ser populares hoje, pois “a nossa fé tem que possuir raízes históricas, e os credos nos ajudam a entendê-las”. Para ele, se a nossa fé não tem raízes históricas, ela perde o seu fundamento. Nesse sentido, os credos e as confissões sempre nos situaram historicamente com respeito a pessoas e eventos, especialmente os relacionados com Jesus Cristo, o Senhor e Redentor.

Além disso, como o ambiente teológico atual é o de um pluralismo onde as pessoas fogem de verdades objetivamente afirmadas, faz-se necessário e urgente que a igreja a volte aos padrões confessionais. Em outras palavras, é patente a necessidade dos credos nos dias de hoje, para que tenhamos um paradigma confiável baseado na totalidade da Palavra de Deus, já que os credos e confissões são a expressão exterior daquilo que a igreja crê interiormente.

Finalmente, a pureza da doutrina é uma questão prioritária e fundamental em todas as épocas, especialmente quando ela se encontra debaixo de tantos ataques (como em nossos dias). E não há como preservar a pureza da doutrina de Deus se ela não for devidamente escrita e confessada. Neste sentido os credos e confissões servem como uma “norma normata” (“uma regra que é regulada”).

Jailson Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jailson Santos

Mestrando em Divindade pelo Centro de pós-graduação Andrew Jumper (Mackenzie - São Paulo)

Bacharel em Teologia pelo Seminário JMC e Universidade Presbiteriana Mackenzie

Pastor auxiliar na Igreja Presbiteriana Aliança em Limeira - SP

Professor de teologia sistemática no SPFB

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.