Pr. Jailson Santos

Seja Bem-vindo!

#Curta nosso blog

Role a página e encontre artigos, sermões e aulas

#Compartilhe nossas ideias

Use as redes sociais para nos ajudar a divulgar a fé reformada

Volte sempre que precisar

Nossa home fica aberta 24h!

Blog

Ortodoxia Sim, Ortopraxia também.

Ortodoxia Sim, Ortopraxia também.

              O termo “ortodoxia”, normalmente é empregado pelos protestantes para se referir ao sumário das doutrinas defendidas pelos Reformadores e em geral aceitas pelas Igrejas Reformadas. Ser cristão ortodoxo nos livra dos erros extremos tão visíveis no mundo contemporâneo. Todavia, não se deve esquecer que esta ortodoxia não pode ser divorciada de uma vívida ortopraxia (prática da verdade). Como seguidor de Cristo, o cristão não pode fechar os olhos para a prática que o evangelho pressupõe.

              A verdade crida e seguida deve também ser vivida e praticada. Ortodoxia bíblia e relevância sadia devem andar de mãos dadas. Estas duas verdades jamais podem ser polarizadas. O cristão não pode em razão de preservar a sua fé se esquecer de sua responsabilidade de vivê-la no mundo. O Dr. Herber Campos, diz que um dos desafios da igreja neste mundo pós-moderno é o de não se tornar um gueto. A Igreja cristã, diz ele “não deve se isolar, embora deva proteger a verdade. Ela deve aceitar o desafio de contrariar o espírito do tempo presente como uma espécie de ‘contracultura’, saindo para minar os campos alheios. Se não fizer isso, a igreja vai perder a sua verdadeira identidade”.

              Segundo Abraham Kuyper, o pensamento reformado não deve ser visto apenas como um conjunto de dogmas teológicos que teve influência no meio eclesiático, mas que tem sido antes de tudo, uma filosofia de vida que tem afetado a sociedade e os indivíduo como um todo. Os cristãos foram postos no mundo para ser a consciência da sociedade, e não para se fecharem em si mesmos. A Igreja deve ser a voz do que clama no deserto, a fim de fazer a diferença no mundo. “O reino de Cristo é também externo”, dizia Zuínglio. Não podemos apenas zelar pela doutrina e pela fidelidade na Palavra de Deus, mas também evidenciá-las por meio de uma fé prática e viva. A ortodoxia deve necessariamente nos conduzir a otorpraxia. Por isso, não vamos divorciar estas duas verdades que devem andar juntas. 
Ortodoxia Sim, Ortopraxia também.

Sem. Jailson Santos

Um comentário:

  1. Ortodoxia tem gerado cristãos des(graçados) e des(igrejados). Esta levando cristãos a lutarem carne a carne, sangue contra sangue. Quando a palavra de Deus diz que nossa luta não é contra carne ou sangue. Cristãos estão matando cristãos e os enviando direto ao inferno (no conceito deles). Meu Deus é tão grande e maravilhoso. Amo meu Deus. Estas barreiras vão ser quebradas em nome de Jesus.

    ResponderExcluir

Jailson Santos

Mestrando em Divindade pelo Centro de pós-graduação Andrew Jumper (Mackenzie - São Paulo)

Bacharel em Teologia pelo Seminário JMC e Universidade Presbiteriana Mackenzie

Pastor auxiliar na Igreja Presbiteriana Aliança em Limeira - SP

Professor de teologia sistemática no SPFB

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.